top of page
  • nataliakodama

DEMISSÃO COM JUSTA CAUSA x "CANCELAMENTO" NA INTERNET

Updated: May 10, 2021

Posso ser demitido por que me envolvi em polêmica? Posso demitir meu funcionário que faz manifestação na internet?

Recentemente eu acompanhei uma história nas redes sociais de que uma moça faria parte de um grupo neonazistas no Brasil. Em suas redes sociais ela fazia todas as suas manifestações (camufladas) de adoração à ideologia (ouso dizer ser uma ideologia). Pois bem, as pessoas descobriram a identidade dela e consequentemente descobriram onde ela trabalha (va), afinal, colocamos em nosso "sobre mim" onde moramos, estudamos e trabalhamos.


Vocês já devem imaginar o que aconteceu né?!


Foram atrás dela no serviço... obviamente que não pessoalmente... foram atrás da empresa VIRTUALMENTE, na paginada empresa, expondo e dizendo que a empresa não se manifestava e assim, concordava com as atitudes daquela funcionária (bem pesado).


Obviamente que depois de todo o constrangimento e associação do nome da empresa à atitude da funcionária, ocasionaria a demissão dela.


Há controvérsias sobre se uma "curtida" poderia ensejar uma demissão. Por exemplo, se você curtir um post de um colega que ofende seu superior - ato lesivo a honra e boa fama contra o empregador e superior - seria um caso de demissão por justa causa (como entendimento da 9ª Cãmara do TRT) ou uma liberdade de Expressão como é entendimento dos tribunais americanos?


Outro caso de grande repercussão e você deve se lembrar, ocorreu durante a Copa do Mundo da Rússia: um funcionário da Empresa Aérea LATAM que constrangeu mulheres. Houve uma grande repercussão e logo os usuários de internet, que são bem rápidos, o associaram a empresa e ocorreu neste caso a demissão por justa causa, uma vez que associaram a atitude do rapaz (vida particular) com a imagem da Empresa Aérea LATAM.


Também teve a história de dispensa de um funcionário do Metrô do Rio de Janeiro, que expondo seu ambiente de trabalho, dizia que o uniforme usado por ele, seria o seu abadá.


Assim, caros amigos, muito cuidado! Não tenham a falsa sensação de que a internet “não tem lei” e que suas atitudes não geram consequências reais. Muito pelo contrário, podemos ser julgados, condenados e cancelados sem ao menos uma defesa justa... e o que nos basta: pedir desculpas.




Escrito por








FONTES

Comments


bottom of page